29, Dec

Decor de Natal!

Por: Vanessa Matos
Em: Decor, DIY

Olá, meus queridos! Tinha muito tempo que eu não postava e, diferente de muitas pessoas que ficam pedindo desculpas pelo sumiço, eu vou logo avisando que agora eu desencanei de vez do Blog, no sentido de postar com qualidade, postar quando tem algo legal a dizer… Eu desencanei no sentido de não ficar me cobrando ou me sentindo culpada, como fazia antes. Eu tenho certeza que, no momento certo, ele será minha única prioridade!

Minha árvore, com a miniatura da #TorreEiffel para fazer uma alusão à família francesa, para dizer que mesmo longe, estamos perto, afetivamente! ♥♥♥Decor du NoelMesmo sem postar com a frequência desejável para manter uma fidelidade de leitores, eu estou sempre o atualizando… Estou sempre vendo o que tem de novo no mercado de Blogs e estou trazendo para vocês QUALIDADE!

Sim, estamos com um novo layout, mas sem perder a essência do Blog… 2015 – Ano Novo! Cara Nova!Still about last nightO motivo do post de hoje é a minha #@DecorDeNoel! Eu estou de casa nova {finalmente!} e, pela primeira vez na vida, decidi fazer a Decoração e convidar minha família para passar a Ceia de Natal na minha casinha. Vamos ver como ficou?!

De quebra, darei algumas diquinhas básicas, super fáceis de serem feitas em casa por vocês! Vamos ao post #Decor! #DIY! #TipsByVM #XmassByVM FELIZ NATAL!!!DSC0170620141224_213447 DSC01718 DSC01720 DSC01726

DICA 1 = Pesquise na net e ache várias ideias criativas que pode ser usada por você na sua festa! Exemplo: Eu achei super fofo e adotei pra mim os sapatinhos de natal para colocar os talheres; Outra coisa que foi #Copy&Paste foi a tábua de frios de árvore de natal, super fácil de fazer… Para os sapatinhos, basta comprar feltro, cortar e costurar! Para a tábua, basta 2 tipos de queijo, que tenham cores diferentes, tomate cereja {Detalhe = Orgânico, da horta de casa!} e alecrim para servir de enfeite entre as carreiras de queijo e tomate. Custou R$2.00;20141224_122700 20141224_122711 20141224_123255 20141224_154145 20141224_154152 20141224_170110 20141224_194419 20141224_194539 20141224_213412DICA 2 = Logo de cara escolha o tipo de festa que vai querer fazer, se a #DecoraçãoTradicional ou se algo mais excêntrico! Eu escolhi aquela ceia bem tradicional, com as cores clássicas VERMELHO – VERDE!;

DICA 3 = Veja o número de pessoas que irão no seu jantar {Acho importantíssimo festas com confirmação de presença} – Dica essa que adquiri na França, com a minha sogra e acho que não quero outra coisa. Para mim, que gosto de tudo personalizado, é uma mão na roda;10881716_10204819746046307_5177857564274939334_n 20141224_123012 20141224_123106 20141224_123129 20141224_124131 DSC01719DICA 4 = Decida o cardápio, o que terá de mimos, extras, lembrancinhas. SIM! Com número de pessoas {na minha ceia foram 13 pessoas} e presença confirmada, eu pude montar meus kits, tipo festa de aniversário infantil!!! Uhuuu… #Adoro! Cada convidado saiu daqui com seu chocolate Kopenhagen + 1 Cesta de café da manhã by @DoceDaysi + os presentes da árvore! Como foram apenas 13 pessoas, deu para comprar uma lembrancinha para cada um…

1476184_300233166853948_1277972830546146736_n10888484_10204819809407891_5870517080653415671_n10303807_300233073520624_7335812263031859845_n 10882261_10204819808967880_2184891868162970037_nDICA 5 = Escolha um cardápio que seja fácil de fazer. Aqui na nossa Ceia tevivemos: – Tábua de frios + Poncho & Gratinè de frutas vermelhas, como aperitivo; arroz branco com frutas cristalizadas & nozes, o tradicional tender & peru de natal com um molho cítrico de maracujá, mel & laranja (que estava dos Deuses), como prato principal e um #NakedCake, com #rabanadas e #Macarons de sobremesa;

10881640_300232386854026_5193570520427781230_n 10888973_10204819739646147_6718544987088778144_n 10891699_10204819814408016_6844812764603506691_n 20141224_123216 20141224_123238 20141224_213604 20141224_21362110421444_10204819744966280_1642315378449216689_n 20141224_163226 20141224_213615De bebida tivemos #Vinho, #Cerveja, #Espumante! E essa foi a nossa ceia, simples, mas sem deixar de ter charme… Para o próximo ano já estou pensando numa coisa mais original… Espero que tenham gostado! Cheers !!!

DSC01704 DSC01738 DSC01750

04, Sep

Look Inverno – Blazer ou Jaqueta de Couro?

Por: Vanessa Matos
Em: Looks do Dia, Moda, Publipost

O que fazer no inverno?! Usar roupas quentinhas uai…IMG_7851Eu adoro blazers e o post de hoje é para trazer esta combinação infalível, 2 jeitos de usar um Blaser ou uma jaquetinha de couro! O que você prefere para eliminar de vez o frio?! Eu já vou logo adiantando: Prefiro os 2!!! kkkIMG_7858-2Nesse #Shooting com a Aline Brant, eu usei a combinação p.e.r.f.e.i.t.a meia manga listrada estilo #Navy com #SaiaDeRecortes (uma dupla sempre coringa!) e aí eu brinquei com as minhas duas opções para te dar exatamente opções…  IMG_7849-2bbbbbbIMG_7852-2IMG_7846-2IMG_7853-2 IMG_7855-2 IMG_7857-2Esse post é uma #DicaDeInverno!, daqueles com dias quentes e tardes amenas & um friozinho na parte da noite. Não trata-se de previsão do tempo não rsrsrs, mas de circunstâncias bem comuns na nossa região… #FicaAdica!

* Como segue:

– Short de recortes by Zara.fr;

– Blusa meia manga listrada by Shop 126;

– Peep Toe P&B by Mango Ipanema;

– Handbag azul royal by Carmen Steffens;

– Bolsa Bege by Amarilis (Macabu);

– Fotografia by Aline Brant.

03, Sep

Doença Celíaca

Por: Vanessa Matos
Em: Culinária, Utilidade Pública

Já faz muito tempo que desejo falar sobre e também fazer propaganda de um Blog a respeito…gluten-freeTrata-se de um assunto sério e pode-se até dizer que é coisa de #UtilidadePública, pois traz informação, tira dúvidas das pessoas que, assim como eu, não conhecia a fundo a doença, senão pelo modismo & “beleza” tratados pelas celebridades…

Glutén Free BrasilVamos falar sobre a DOENÇA CELÍACA, que é a intolerância ao GLUTÉN! A questão anda muito em voga em função do modismo, de ser uma dieta que vem sendo adota por muitas celebridades para ficarem magrinhas. É aí que a coisa vem se propagando de uma forma destorcida, escondendo a real necessidade do NÃO PODER CONSUMIR os produtos com glúten, por este ser extremamente intolerante aos organismos que tem a real intolerância ao produto!

Foi pensando em esclarecer estes mitos sobre a “DOENÇA-DIETA DA MODA” que eu entrevistei a Ana Helena Fonseca, a Nena, pessoa que tem a doença e que, por isso mesmo, se tornou uma expert do assunto, porque foi procurar uma forma de sobreviver se alimentando sem glúten e criou para nós o Blog Glutén Free Brasil. Nós só temos a agradecer.

Vamos a entrevista (feita por internet) na íntegra. Abaixo exatamente o que a Nena nos contou e até deixou para nós o endereço do seu Blog. Qualquer dúvida é só perguntar, porque a moça é uma fofa, pronta a responder…Nena RespondeE as palavras dela estão logo abaixo:

Glúten free”. A primeira vez que ouvi estas palavras foi em 2005 quando eu estava trabalhando em navio de cruzeiro. Já estávamos na Europa, iniciando a temporada do mar Mediterrâneo e alguns passageiros requisitavam alimentação sem glúten. Pedido feito por eles e servido por nós. Mas no fundo eu não sabia o que era o “tal” do glúten.

Anos se passaram, eu vim morar no Rio e no meio de 2008 minha irmã mais velha foi diagnosticada celíaca. Foi quando as palavras glúten free começaram a fazer sentido.

Naquele mesmo ano, no final de novembro, eu comecei a passar muito mal. Durante uma semana eu apresentei o quadro com os sintomas mais básicos da doença (que naquele momento eu não tinha ideia). Fui ao médico para ver se também era celíaca. Abri minha boca para falar o porquê da minha ida ao consultório (sem falar do histórico da minha irmã) que ele disse: “você é celíaca, mas vamos confirmar pelos exames”. Tudo feito levei os resultados para o médico que confirmou o que havia dito na minha primeira ida lá, mas confesso que não tinha muita fé no diagnóstico. Achava que o médico não estava certo. Resolvi trocar de médico.

O diagnóstico do segundo médico? O mesmo. Pensei “ah não, não gostei desse médico”. Troquei pela segunda vez. Enfim, achei um médico que “me agradou” ou resolvi aceitar a verdade que me atingia: eu era, realmente, celíaca. Daquele dia em diante minha vida nunca mais seria a mesma, eu tinha que me readaptar à nova vida e readaptar a vida de todas as pessoas que vivem comigo (o que nem sempre é fácil).

Mas vocês sabem o que é, exatamente, o glúten? E a doença celíaca? O glúten é uma proteína presente no trigo, na cevada, no centeio e no malte. E a doença celíaca é a alergia à esta proteína. É uma doença sem cura (deve-se cortar o glúten para sempre da vida do celíaco) e é séria, causa uma série de outras consequências no corpo. No final do ano passado eu saí carregada em uma cadeira de rodas de um restaurante por estar ingerindo uma bebida que – eu não sabia – contém glúten! Além disso, há a contaminação cruzada. Que é o que acaba dificultando ainda mais a nossa vida e, claro, a falta de informação das pessoas.213Em meados de 2011 descobri também ser intolerante à lactose. Já não bastava ser celíaca? Eu tinha que ser também intolerante à lactose? É, parece que não. Mas ser intolerante à lactose não é lá tão ruim, pois é possível ingerir as enzimas que protegem o estômago e ficar tranqüila. Para minha alegria (pois sou uma amante de queijos e iogurtes)! Eu tento evitar ao máximo comer produtos com lactose (para não ter que ingerir as enzimas todos os dias), mas nem sempre é possível.

Em 2011, criei meu blog – Glúten Free Brasil – para compartilhar minhas experiências sem glúten fora de casa, informar e dar dicas aos celíacos e não celíacos (www.glutenfreebrasil.com.br). Sei que ainda tem muita gente que tem a doença e ainda não sabe e também que muita gente tem curiosidade e quer saber mais sobre a vida de um celíaco. Quanto mais pessoas souberem sobre essa doença e passarem a informação adiante, melhor vai ser a nossa vida. :D  (POR ANA HELENA FONSECA).

Página 1 de 9412345